História
Turismo em Minas Gerais: Projeto Instituto Estrada Real

Turismo em Minas Gerais: Projeto Instituto Estrada Real

Hoje, 02 de dezembro, o estado de Minas Gerais comemora 300 anos de sua fundação. No século XVIII, Minas foi um importante centro econômico da colônia, pois tinha como principal atividade a extração de ouro e pedras preciosas, o que levou a um rápido povoamento da província.

Como sou mineira e adoro assuntos relacionados à História do Brasil, vim compartilhar com vocês um projeto bem interessante que descobri por acaso na internet. Trata-se do projeto Instituto Estrada Real que tem o objetivo de fomentar o turismo em Minas Gerais, recriando os caminhos que os antigos colonos trilhavam para escoar o ouro de Minas até aos portos do Rio de Janeiro de onde seriam transportados a Portugal.

Para embarcar nessa aventura, o Instituto oferece em seu site a opção de solicitar um passaporte de forma gratuita, tendo a versão física e virtual. Há pontos em várias cidades, onde o turista pode parar para carimbar o seu passaporte, registrando assim, sua experiência em todos os locais percorridos.

 

Há marcos feitos em madeira que estão localizados em algumas cidades de Minas, como também em São Paulo e Rio de Janeiro, com o mapa dos caminhos da Estrada Real. O site também disponibiliza o mapa em formato PDF para que o viajante possa imprimi-lo e levá-lo consigo.

Foto: Instituto Estrada Real

Há 4 caminhos a serem percorridos: Caminho Velho, Caminho Novo, Caminho dos Diamantes e o Caminho Sabarabuçu.

Caminho Velho: foi o primeiro trajeto determinado pela Coroa Portuguesa que liga Ouro Preto a Paraty.

Caminho Novo: foi criado para servir como um caminho mais seguro ao porto do Rio de Janeiro, porque as cargas estavam sujeitas a ataques piratas na rota marítima entre Paraty e Rio.

Caminho dos Diamantes: tinha o objetivo de ligar Ouro Preto que era a sede da Capitania à principal cidade de exploração de diamantes, Diamantina.

Caminho Sabarabuçu: Localizado no distrito de Ouro Preto onde é cercado por exuberantes paisagens de montanhas.

Foto: Instituto Estrada Real

O que não falta é opção de turismo na Estrada Real. O turista vai ter uma experiência incrível, embarcando de volta ao passado, visitando as cidades históricas, museus e as antigas minas de ouro durante o trajeto, além de poder se banhar nas cachoeiras que encontrará no caminho e maravilhar-se com as montanhas e exuberantes paisagens mineiras. Há também a opção de fazer passeio de Maria Fumaça entre a cidade de Tiradentes e São João Del Rei.

 

Minas Gerais possui 60% do patrimônio histórico do Brasil e grande parte da história do país está registrada em Minas.

Confesso que fiquei bem empolgada com esse projeto e quero muito poder ter essa experiência algum dia. Esse projeto também é uma forma de incentivar ainda mais o turismo nacional e a curiosidade dos brasileiros em conhecer mais sobre a história do nosso país de uma forma mais divertida, fora dos livros de História.

Vocês já conheciam esse projeto do Instituto Estrada Real? Também ficaram com vontade de embarcar nessa aventura? Deixe sua opinião nos comentários.

Para mais informações,  acesse o site do Instituto: http://www.institutoestradareal.com.br/

 

 

1

1 thought on “Turismo em Minas Gerais: Projeto Instituto Estrada Real

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *